Morre motorista de aplicativo baleado em assalto na capital

O motorista de aplicativo Edileno Santos da Silva, de 34 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (12), depois de ter sido baleado em assalto, ocorrido na última quinta-feira (6). A vítima foi alvejada em uma emboscada.

Edileno foi chamado para atender três passageiros na Avenida Guaporé, região Leste, e após chegarem na Rua Baobá com a Rua Atabaque, na zona Sul, um dos passageiros sacou uma arma de fogo anunciando o assalto. Edileno teria reagido, e acabou atingido no pescoço.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu a vítima e o conduziu até o Hospital João Paulo II.

Edir Carlos França da Silva, 23, foi preso na última sexta-feira (7), na Rua Centro Oeste, bairro Castanheira, zona Sul de Porto Velho. Ele negou envolvimento no crime, mas foi encaminhado para a Central de Flagrantes.

De acordo com as informações da Polícia Civil, estariam envolvidos no caso dois homens e uma mulher. Mas, o casal já teria conseguido sair de cidade e apenas Edir foi preso.

Edir tem passagens pelo sistema prisional, inclusive por roubo e receptação de veículo roubado. O suspeito localizado pela Polícia vai ser interrogado pelo delegado de plantão e ficará à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *