Browse By

Homem afirma ter matado amigo e populares o prendem até a chegada dos PMs

Um homem de 37 anos, suspeito de uma tentativa de homicídio no Assentamento Américo Ventura na Zona Rural de Cujubim, foi amarrado e vigiado por populares até a chegada da Polícia Militar (PM).
A PM em Cujubim foi informada sobre um homicídio no Assentamento Vila Américo, zona rural do município. No deslocamento, os PMs se depararam com o condutor de um veículo na Linha C3 que informou a guarnição que se tratava de uma tentativa de homicídio e a vítima estava sendo socorrida pelo Samu.
Os PMs seguiram para o endereço e encontraram o suspeito amarrado e vigiado por um grupo de pessoas.
Testemunhas disseram que o suspeito e a vítima são garimpeiros e estavam bebendo no bar. Quando começaram a dar “alteração”, uma pessoa os colocou em um carro e os levou até perto do garimpo. Horas depois, o suspeito retornou sozinho dizendo que havia matado o amigo.
Pessoas que estavam no bar amarraram pés e mãos e chamaram a PM.

Agressivo

Após ser preso e ter sido desamarrado o homem ficou agressivo e os policiais o algemaram. Ele ainda fez ameaças às pessoas do estabelecimento comercial, fazendo ameaças.
No trajeto entre o assentamento e a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) em Cujubim, o suspeito ainda xingou os policiais e os ameaçou, dizendo que havia marcado o rosto de cada um deles.
Em Cujubim, a guarnição questionou o Samu sobre a identificação da vítima, e foi informada que o mesmo não possuía documentos e encontrava-se desacordado, em estado grave e seria encaminhado para Porto Velho.
Após registro, o suspeito foi apresentado ao plantonista para os procedimentos necessários. Fonte: SGC