Browse By

Farmácia com produtos vencidos e sem alvará é interditada pela 2ª vez em Porto Velho

Policiais da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Consumidor (Decon) de Porto Velho em operação conjunta com a Vigilância Sanitária Municipal interditaram uma farmácia que estava atuando de forma irregular na Capital. A ação aconteceu nesta quarta-feira (16).

Durante as fiscalizações de rotina, que também apuram denúncias, o Conselho Regional de Farmácia, informou aos órgãos competentes sobre a possível irregularidade.
Chegando ao endereço informado, na rua Petrolina, Bairro Airton Senna, os agentes da vigilância constataram que a farmácia já havia sido alvo de outra fiscalização e que inclusive já tinha sido interditado em outra data, o que configura crime de desobediência.

No local, ficou constatado que a farmácia não tinha um farmacêutico, que é obrigatório, e nenhum tipo de alvará de funcionamento. Os fiscais encontraram alguns produtos vencidos e apreenderam.

No estabelecimento comercial estava o filho e a nora do proprietário da farmácia. Ele alegou aos agentes que seu pai teria adquirido o ponto recentemente e que não tinha conhecimento que a farmácia já teria sido interditada anteriormente.

A farmácia foi interditada pela segunda vez pela Vigilância Sanitária Municipal, e a Polícia Civil realizou registro da ocorrência para apuração de possíveis crimes contra o consumidor. “A equipe da Delegacia do Consumidor está preparada para atender as denúncias da população dentro das nossas limitações. Reiteramos a importância das parcerias com os demais órgãos de proteção ao consumidor e que hoje estes estão interligados e prontos para ações rápidas e eficientes”, disse da delegada Noelle Caroline.

A delegada agradeceu ainda, a população que tem denunciado, via Polícia Civil através do 197 e Procon 151, fator essencial ao sucesso das investigações policiais.
Fonte: Rondoniagora