Browse By

Chico Pernambuco: Três réus condenados. Hoje volta o julgamento

Os acusados Talisso Souza de Oliveira, Wellyson da Silva Vieira e Willian Costa Ferreira foram condenados pelo homicídio do prefeito de Candeias do Jamari, Francisco Vicente de Souza, mais conhecido como Chico Pernambuco,  crime ocorrido em 18 de março de 2017. A sentença foi lida pela juíza Juliana Paula Silva da Costa Brandão, às 18h30min desta terça, após dois dias de julgamento. Os outros acusados serão julgados hoje.

Talisso recebeu pena de 15 anos de reclusão. Foi ele quem disparou contra Chico Pernambuco, causando-lhe sua morte. A mulher que estava ao lado do prefeito, Bruna Blackman Mota, teve a perna atingida por um dos disparos. “Pessoa que prontamente atendeu ao convite para ser o impiedoso executor da vítima”, destacou a magistrada na sentença sobre a culpabilidade de Talisso.

Já Wellyson, confessou, ainda em fase de inquérito policial, ter conduzido a motocicleta usada no crime, a qual ajudou a incendiar com a finalidade de dar fim ao veículo que poderia ser prova do crime. Ele foi condenado à pena de 14 anos de reclusão.

William foi condenado a 14 anos e 6 meses de reclusão. Segundo as investigações, ele foi responsável por ter alugado o veículo para auxiliar na operação criminosa. Além disso, conduziu o carro até Candeias, transportou Talisso e os combustíveis para incendiar a motocicleta.

Defesa

Todos os réus foram condenados pelo artigo 121, §2º, incisos I e IV (homicídio, motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima), combinado com o artigo 29, ambos do Código Penal, o que se refere a concurso de pessoas.

Os outros três acusados de participarem do crime, Marcos Ventura Brito, Diego Nagata Conceição e Henrique Ribeiro de Oliveira serão julgados hoje. O réu Katsumi Yuji, que encontra-se foragido, não será julgado nesta semana, pois sua defesa entrou com recurso.