Browse By

BR-364 terá 50 km de terceira faixa em Rondônia, informa ministro dos Transportes

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro Silveira, concordou com argumentos de que a situação da BR-364 não é satisfatória. Ele informou que já está contratada a obra de execução de 50 km de terceira faixa nos trechos da rodovia que correspondem ao Estado de Rondônia. O ministro participou de audiência pública nesta terça-feira (17) na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI).  

“Devido ao volume de chuvas, a BR está bem comprometida. O índice de trafegabilidade não está bom. Cessando o período de chuvas, iniciaremos com toda a força a recuperação da BR, pois não falta recurso. Não é duplicação, mas garante a segurança na questão de ultrapassagem e no fluxo de caminhões na BR”, disse o ministro. 

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que é vice-presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, afirmou para o ministro que é preciso que o governo tome uma providência rápida e clara a respeito da duplicação. “Daqui a 10 anos, a produção de grãos vai estar aumentada em quatro vezes. Se hoje nós temos engarrafamento de caminhões ao longo da BR, imagina daqui a 10 anos”, questionou. 

A contratação de manutenção prevê a execução de 50 km de terceiras faixas. São 22 km no trecho de Pimenta Bueno a Ariquemes, 20 km de Vilhena a Pimenta Bueno e 8 km de Presidente Médici a Jaru. A BR-364 tem início em Limeira-SP, passa por Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Rondônia, e acaba no extremo oeste do Acre. Pela sua extensão, a rodovia é de fundamental importância para o escoamento da produção das regiões Norte e Centro-Oeste do país. Segundo Valter Silveira, o objetivo agora é investir nas obras de ampliação das terceiras faixas e, depois, no processo de privatização da rodovia. 

 Produção 

Para Acir o aumento do tráfego de carretas na rodovia indica o aumento de produtividade. Só que nem sempre esse ponto positivo vem acompanhado de investimento, pelo governo, em melhorias na infraestrutura de transporte. “A alternativa para Rondônia é a duplicação da BR,feita pelo próprio governo”.      

Enquanto a duplicação da BR-364 não é executada, o Ministério dos Transportes vai realizar obras para melhorar 50 quilômetros da estrada. Serão reformados 22 quilômetros entre Pimenta Bueno e Ariquemes, 20 quilômetros entre Vilhena e Pimenta Bueno e 8 quilômetros entre Presidente Médici e Jaru. O ministro assegurou que intervenções simples já estão sendo feitas nas travessias urbanas que cortam a BR-364.