Browse By

Audiência de instrução legislativa debate alteração do método modular

O deputado Jesuíno Boabaid (PMN) recebeu representantes da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) para a audiência de instrução legislativa que trata da “Conversão do método modular para o método presencial”, no Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos Padre Moretti, na segunda-feira, no Plenarinho da Assembleia.
O deputado solicitou esclarecimentos quanto ao novo método e normas adotadas para a operacionalização do curso modular na modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA).
Segundo Boabaid, os alunos reclamam que estariam sendo prejudicados com a modificação estabelecida pela Portaria n° 520/2017/Seduc. De acordo com o parlamentar, critérios como material didático e levantamento de quantos alunos poderiam ser, de fato, prejudicados com a reformulação, devem ser debatidos e analisados.
A diretora Geral de Educação da Seduc, Maria Angélica Ayres Henrique, afirmou que a alteração proposta pela secretaria possui contextos que precisam ser analisados, porém, defendeu que a portaria surgiu de estudos realizados por técnicos devidamente preparados.

Contramão

Ela citou que o método modular só existia em Rondônia e no Estado da Paraíba e destacou que não é possível andar na contramão de todo um país quando o assunto é educação. Maria Angélica informou que existem dados que comprovam a grande evasão escolar no método modular.
O deputado, após ouvir as explicações e questionamentos dos participantes, pediu a realização de reunião para o próximo dia 25 de abril, às 18h, no Ceeja Padre Moretti. De acordo com o parlamentar, Seduc, professores e alunos devem estar alinhados quanto à operacionalização do novo método.
“É preciso que a Seduc, explique tantos aos professores como aos alunos, como ele funciona, de forma a sanar todas as dúvidas, inclusive sobre o material. E que seja feito um levantamento de quantos alunos frequentam o curso e de que maneira essa alteração não venha prejudicar quem não pode estar na sala de aula”, concluiu o deputado.