Browse By

Prefeitura assina convênio de cerca de R$ 96 mil com Apae de Ji-Paraná

O prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto assinou, ontem pela manhã, um convênio com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), no valor total de cerca de R$ 96 mil. O convênio foi aprovado em lei pela Câmara Municipal e destina-se à manutenção das atividades pedagógicas da entidade, que hoje presta atendimento a mais de 270 alunos.
Os recursos financeiros são destinados à manutenção das atividades pedagogias da APAE e garantir a continuidade dos atendimentos aos 274 alunos matriculados na entidade no valor total de R$ 96 mil, sendo distribuído em cronograma de janeiro a dezembro de 2018 em 12 parcelas mensais de R$ 8 mil. Como a Lei nº 3157/2018 foi assinada em março de 2018 e o convênio na data de hoje, os valores relativos ao período de janeiro a abril serão repassados integralmente à entidade filantrópica.
“Esse convênio, essa parceria com a APAE/Ji-Paraná é uma atividade que a Prefeitura já exerce há bastante tempo. É muito importante para nós termos condições de fazer e repasse financeiro para a APAE, que é uma instituição que tem uma importância muito grande para nós aqui no Município. Quem usa, quem precisa da APAE sabe o quanto é importante essa instituição para nós”, comemorou Marcito Pinto, ao assinalar a importância da participação da Câmara Municipal e de todos os vereadores tanto na aprovação deste convênio, como na “continuidade do trabalho que tem sido realizado em todos os âmbitos da Administração”.

Recursos

O presidente da APAE/Ji-Paraná, Pedro Paulo Santana destacou a importância dos recursos disponibilizados pela Administração. “Esse convênio é muito importante para nós. A entidade demanda de muitos recursos e tudo que vier é muito bem-vindo, principalmente este, que é um compromisso mensal que a gente vai poder contar”.
Já a secretária de Educação, Leiva Custódio Pereira frisou o esforço feito pelo prefeito a fim de liberar os recursos o quanto antes. Ela também explicou que além do convênio firmado, com recursos próprios da Administração, a Prefeitura também, na pessoa do Elias Caetano, da Controladoria Geral do Município (CGM), está se disponibilizando a assessorar a APAE no sentido de administrar de forma correta os recursos públicos, “para fazê-lo da melhor maneira possível, uma vez que a APAE, como instituição privada, precisa seguir toda uma legislação, toda uma burocracia das instituições públicas, visando a perfeita execução do recurso”, finalizou Leiva Custódio.